Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

França - Paris - Continuação...

Continuando a visita a Paris, no dia 24 pela manhã ficamos no apartamento da Geraldine assistindo a Copa Mundial de Rugby, jogo França X All Blacks (Nova Zelandia), após fomos visitar o Panthéon, o qual foi construído originalmente como uma igreja em homenagem a St. Genevieve, mas depois de muitas mudanças agora é um Mausoléu contendo os túmulos de ilustres cidadãos franceses.
















Optamos por não fazer a visita interna e fomos para a Catedral de Notre Dame, a qual é considerada o melhor exemplo da Arquitetura Gótica Francesa. A construção da Catedral teve início em 1163 e teve seu término (após todas as modificações) por volta de 1345.

















Seguindo o passeio fomos visitar a Fonte Saint-Michel, construída entre 1858 e 1860 durante o segundo império Francês.


Em seguida fomos para a Basilica de Sacre Coeur, que fica localizada em Montmartre, no ponto mais alto de Paris. A construção da mesma teve início em 1875 e término em 1914.
















A visita a parte interna da Basílica é gratuita, não sendo permitido tirar fotos, pode-se fazer a visita ao topo da mesma, com entradas no valor de €6,00. O acesso ao topo da Basílica é feito por escadas, tendo em torno de 300 degraus até chegar no ponto mais alto, mas com certeza a visão que se tem vale todo o esforço.























Após a visita a Sacre Cour fomos para o apartamento da Claire onde passaríamos a noite de sábado.
















As cinco da manhã Charles iria para o Aeroporto para retornar a Dublin, mas antes disso teríamos que ver a Torre Eiffel a noite e passar em frente ao Moulin Rouge.
















Charles seguiu para o Aeroporto e eu continuei na festa pois ficaria mais um dia em Paris. Após dormir algumas horas, não muitas, retornei para o hostel para deixar minha mochila e fui para o Museu do Louvre, um dos maiores e mais famosos museu do Mundo, contendo artefatos do Egito Antigo, civilização Greco-Romana e numerosas obras primas de artistas da Europa.































Uma das obras mais conhecida presente no museu é a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci.
















Outras famosas obras:

 - Psiquê revivida pelo beijo de Eros (Antonio Canova)


- Vênus de Milo (Alexandros of Antioch)


- Escravo Moribundo (Michelangelo)


A ultima parte que visitei no museu no Louvre foi a Piramide Invertida, tão famosa no livro e filme Código da Vinci.


O Museu do Louvre foi o ultimo ponto turístico que visitei em Paris, ao final da visita retornei ao hostel para descansar pois teria mais três dias de viagem, agora em outro País.

E foi com esta imagem que me despedi de Paris as oito da manhã da segunda-feira do dia 26 de outubro.


segunda-feira, 3 de outubro de 2011

França - Paris

No dia 22 de outubro comecei a mais longa viagem até o momento. Não foram 30 dias ou algo do gênero, foram singelos 6 dias, mas para quem tinha feito viagens de no máximo 3 dias, essa pode ser considerada, uma GRANDE viagem.

Meu primeiro destino foi Paris, França. Meu vôo saiu de Dublin as 19:55 chegando em Paris (Beauvais) as 22:20, lembrando que tem o fuso horário entre Dublin e Paris, sendo em Paris uma hora mais tarde que Dublin.

Chegando no aeroporto de Beauvais existe apenas uma companhia de ônibus com destino a Paris, sendo o custo de €15,00 por trecho, o valor é o mesmo se comprar com retorno. A viagem dura uma hora e quinze minutos, não tem paradas, ele vai direto a Paris. O meio mais fácil de deslocamento ao chegar em Paris é o metrô, sendo a estação de Porte Maillot a mais próxima, cerca de 5 minutos andando, desta estação pode-se ir até a estação Charles de Gaulle a qual oferece mais opções de linhas.

Na estação de metrô encontrei meu flatmate Charles, que tinha ido para Paris na manhã do dia 22.

Nós ficamos hospedados no Regent Hostel, bom hostel, localizado próximo a Basilica Sacre Couer e a cinco minutos da estação de metrô Anvers.



Na manhã do dia 23 começamos o passeio por Paris, compramos um ticket de metrô com validade para um dia por €6,30 e fomos para Torre Eiffel.



A Torre Eiffel foi construída no ano de 1889 e leva o nome do Engenheiro Gustave Eiffel.



Ela é o monumento pago mais visitado no mundo e tem 324 metros de altura, divido em 3 níveis de visitação, sendo o primeiro e segundo acessado por escadas ou elevador e o terceiro apenas por elevador.


































Enquanto esperamos na fila vimos muitos vendedores ambulantes com réplicas da Torre, sendo que esta prática não é permitida, por este motivo a Policia sempre esta fazendo rondas e expulsando os vendedores, outro fator interessante são os avisos sobre os "batedores de carteiras".


Próxima parada Arco do Triunfo, monumento com 50 metros de altura, construído em homenagem aos que lutaram e aos que morreram na Revolução Francesa e Guerras Napoleônicas, com os nomes de todas as vitórias Franceses e Generais grafados na parte interna e externa do Arco.





















Saindo do Arco do Triunfo caminhamos pela Champs-Élysées, uma das mais famosas ruas de Paris contendo as mais famosas e caras lojas do mundo.

















A Champs-Élysées possui em suas extremidades o Arco do Triunfo de um lado e o Museu do Louvre do outro, direção na qual caminhamos até o Jardin des Tuileries.

















Chegando ao final da Champs-Élysées terminou nosso tempo de visita neste dia em Paris, pois iríamos para Versailles visitar o Palácio.

Fomos até a estação de metrô Invalides e pegamos o RER C linha amarela, (RER são linhas de trem que ligam o centro de Paris aos subúrbios) a viagem dura cerca de 35 minutos. Saindo do trem fomos direto ao Palácio, conseguirmos visitar apenas os Jardins do Palácio, pois a visitação interna estava fechada.

Versailles foi o centro do poder político Francês de 1682, quando Luis XIV mudou-se de Paris até Outubro de 1789 após o início da Revolução Francesa.






























O Jardim do Palácio é gigantesco, com área aproximada de 800 hectares, com várias estátuas espalhadas pelo mesmo, fontes e lagos.

























Ficamos um bom tempo caminhando pelos Jardins, mas acredito não termos visto nem 50% do total. Existem carrinhos de golf para alugar e visitas com guia explicando todos os pormenores dos Jardins.

Em Versailles encontramos nossas amigas Jennifer e Geraldine que moram em Paris e passaríamos a noite na casa da Geraldine para no outro dia continuar o passeio por Paris.




A continuação da viagem ficar para a próxima postagem.......

PS.: As fotos da viagem estarão disponíveis no Picasa após a publicação da próxima postagem.