Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Estocolmo - Suécia

Estocolmo é a capital e a maior cidade da Suécia, em 2010 residiam na área metropolitana de Estocolmo cerca de 22% da população Suéca. A moeda utilizada na Suécia é o SEK (Swedish Krona ou Coroa Suéca), sendo 1 SEK equivalente a R$ 0,25 ou  € 0,11. Para facilitar quando estiver em Estocolmo basta dividir o preço dos produtos por 8,62 e você terá o valor aproximado em Euros

Fundada por volta de 1250, possivelmente já em 1187, Estocolmo, tem sido um dos centros de cultura, mídia, política e economia da Suécia. Sua localização estratégica sobre 14 ilhas no centro-sul da costa leste da Suécia, tem sido historicamente importante. Estocolmo é a sede do governo nacional sueco, o Riksdag (parlamento), e a residência oficial do monarca sueco, bem como o primeiro-ministro.

Um fato curioso, o qual acredito ser desconhecido de muitos, a atual Rainha da Suécia é filha de uma Brasileira. Rainha Silvia nasceu em Heidelberg, Alemanha, em 23 de Dezembro de 1943, filha de Walther Sommerlath e Alice Soares de Toledo, residiu no Brasil entre 1947 e 1957 quando retornou para a Alemanha.

Após esta breve introdução sobre Estocolmo vamos a viagem. Fui de Berlin para Estocolmo, aterrisando no Aeroporto Skavsta, para chegar ao centro tem ônibus que sai em frente ao Aeroporto para a Estação Central, o ticket com retorno, custa cerca de €30,00 e o trajeto tem duração de uma hora e quinze minutos.

















Chegando ao centro fui direto ao hostel (Best Hostel City), em seguida comecei a caminhada pela cidade em direção a Gamla Stan (Cidade Velha).






















Essa parte da cidade remonta ao século XIII, consiste de pequenas ruas e possui uma forte influência da arquitetura do Norte da Alemanha.





Dentre os pontos turísticos na Gamla Stan estão:

- Igreja de Riddarholmen; é a igreja de sepultamento dos monarcas suecos. A congregação foi dissolvida em 1807 e hoje a igreja é usada apenas para o enterros e fins comemorativos. É um dos edifícios mais antigos de Estocolmo, partes dela datam do século XIII.




- Royal Palace; residência oficial do Rei da Suécia contendo os escritórios do monarca e os escritórios da Corte Real da Suécia. O palácio tem 1430 quartos e é um dos maiores palácios reais do mundo ainda em uso para sua finalidade original. O palácio pode ser visitado internamente, o valor da entrada é de aproximadamente €17,00 normal e €8,00 para estudante, com direito a visitar os Apartamentos Reais, o Tesouro e Kronor Museu, o ticket tem validade para dois dias.

















- Riksdag building; Prédio do Parlamento Suéco, construído entre 1897 e 1905.



Uma das atrações que estava em minha lista era o Skansen Museum Skansen, primeiro museu ao ar livre e jardim zoológico na Suécia, está localizado na ilha Djurgården. Foi fundadao em 1891 por Artur Hazelius para mostrar o modo de vida nas diferentes partes da Suécia antes da era industrial. O valor da entrada custa em torno de €8,00.



































O passeio neste museu faz com que você volte no tempo e sinta a realidade do período, algumas atrações estão fechadas durante o inverno como a fabrica de móveis, de cristais e a padaria. Para ter mais informações sobre o museu acesse http://www.skansen.se/en

Durante a visita você tem acesso as casas, igrejas, escolas, e dentro de cada local tem pessoas explicando como era a vida antes da era industrial, como demonstra a foto abaixo de uma escola, onde o professor morava na escola. Como visitei o museu no começo de Janeiro, as casas ainda tinham decorações de natal.




































Outro museu famoso é o Vasa Museum, no qual você irá conhecer o navio Vasa, construído entre 1626 e 1627. O navio possui 61 metros de comprimento e 11,7 metros de largura, com capacidade para 145 tripulantes e 300 soldados.


















O fator trágico é que o navio afundou em sua viagem inaugural em 10 de agosto de 1628, navegando cerca de 1300 metros, 30 tripulantes, dos 150 a bordo, morreram no naufrágio. Em 1956 foi decidido fazer o resgate do navio. Os trabalhos começaram em 1957, o navio estava a 32 metros de profundidade, afundado na lama e barro, decidiu-se construir seis túneis sob o casco. O peso do Vasa foi estimado em 700 toneladas, incluindo o seu lastro de barro, pedra e lama. No verão de 1959, os túneis tinham sido concluídos e dois cabos de aço de seis polegadas foram passados através de cada túnel.



Em 20 de agosto a empresa de salvamento Neptun levantou o navio. Alternadamente por encher e esvaziar os pontões de água o navio foi lentamente retirado do barro. Em 16 etapas ele foi transferido para águas rasas, até ele estar a uma profundidade de 15 metros.





























Em 1961 com macacos hidráulicos o navio foi lentamente levantado e em 24 de abril o Vasa chegou a superfície. Em 04 de maio de 1961 o navio foi arrastado para a doca seca, à tona depois de 333 anos.


Apenas sete meses após o resgate, o Estaleiro Wasa foi aberto como um museu provisório. O navio e todos os achados menores foram conservados, em parte como um grande experimento. Nada semelhante havia sido tentado antes. Durante 17 anos, Vasa foi pulverizado com polietileno glicol, um composto químico que substitui a água em madeira encharcada para evitar o encolhimento e as rachaduras. O atual Museu Vasa foi inaugurado em 1990. Muito mais da história do navio é demonstrada do museu, desde a sua construção até os trabalhos atuais com a conservação do mesmo.

E assim termino mais uma de minhas viagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário