Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 26 de novembro de 2011

Roma - Itália (Continuação)

Em Roma um dos locais de grande visitação é a Fontana de Trevi, sendo a maior fonte barroca de Roma e uma das mais famosas do Mundo, ela começou a ser construída em 1732 e teve seu término em 1762 sendo remodelada em 1998.
















Quando alguém fala de Roma para muitos a primeira imagem que vem a mente é o Coliseu e por pouco que a Aline vai a Roma e não consegue visitá-lo. Calma que vou explicar, a visitação ao Coliseu fica proibida em dias de "mal tempo", e justamente nos dias que Aline estava lá isso aconteceu, não fosse o "acaso" ou "destino" dela perder o vôo para Berlin e na última manhã em Roma lá fomos nós.

A construção do Coliseu teve início em 72 DC e seu término em 80 DC, com capacidade para 50.000 espectadores ele foi usado para os combates de gladiadores e espetáculos públicos, como caça a animais, execuções, recriações de batalhas famosas e dramas inspirados na mitologia clássica. O edifício deixou de ser usado para entretenimento no começo da era medieval. Mais tarde foi reutilizado para fins como habitação, quartos para uma ordem religiosa, fortaleza, e um santuário cristão. A entrada ao Coliseu custa €12,00 e lhe da direito a visitar o Fórum Romano e o Palatino também, o ticket tem validade para dois dias mas permitindo o acesso apenas uma vez para cada ponto. 
































A arena do Coliseu é de 83x48 metros, sendo composta por um piso de madeira coberta por areia, cobrindo um estrutura chamada hipogeu (que significa subsolo). Pouco resta do piso da arena original, mas o hipogeu ainda é claramente visível. Ele consistia em uma rede de dois níveis subterrâneos de túneis onde ficavam as gaiolas nas quais os gladiadores e os animais ficavam antes das Batalhas. Oitenta eixos verticais dão acesso imediato à arena para os animais enjaulados ou peças de cenário que ficavam escondidas; plataformas maiores articuladas, davam a acesso para os elefantes e outros animais de grande porte. 




























O hipogeu foi conectado por túneis subterrâneos a uma série de pontos fora do Coliseu por onde animais e artistas eram trazidos. Túneis separados foram fornecidos para o Imperador e as Virgens Vestais (sacerdotisas que cultuavam a deusa Romana Vesta) que lhes permitam entrar e sair do Coliseu, sem necessidade de passar pela multidão. Quantidades substanciais de máquinas existiam no hipogeu. Elevadores e roldanas levantavam e abaixavam cenários e adereços, bem como o levantamento de animais enjaulados para a superfície para a liberação. Há evidências da existência de grandes mecanismos hidráulicos e de acordo com relatos antigos, era possível inundar a área rapidamente através de uma conexão a um aqueduto nas proximidades.

















Próximo ao Coliseu fica situado o Palatino umas das partes mais antigas de Roma, segundo a mitologia nesta área esta a caverna, conhecida como Lupercal, onde Romulo e Remo foram encontrados pela Loba que os matinha vivos. De acordo com essa lenda, Fáustulo o pastor encontrou os recém-nascidos e com sua esposa Acca Larentia criou os filhos. Quando eles eram mais velhos, os meninos mataram seu tio-avô (que tomou o trono de seu avô), e ambos decidiram construir sua própria cidade nas margens do Rio Tibre.

Roma tem suas origens no Palatino, muitos romanos abastados do período republicano e durante o Império vários imperadores residiam no Palatino.





















Como comentei com o mesmo ticket tem-se acesso também ao Forum Romano, que é uma praça circundada pelas ruínas de vários importantes prédios públicos antigos no centro da cidade de Roma. Foi durante séculos o centro da vida pública romana: o site de procissões triunfais e eleições, palco para discursos públicos, processos penais e jogos de gladiadores.






Ao lado do Forum Romano esta localizado o Altere della Patria, monumento construído para homenagear Victor Emmanuel, o primeiro rei da Itália unificada. O edifício também contém o museu do Risorgimento, com os eventos que levaram à unificação.
















O monumento tem a Tumba do Soldado Desconhecido, com uma chama eterna, construída sob a estátua da Itália após a Primeira Guerra Mundial. O corpo do soldado desconhecido foi escolhido em 26 de outubro de 1921 por Maria Bergamas, cujo único filho foi morto durante a Primeira Guerra Mundial e seu corpo nunca foi recuperado. O desconhecido selecionado foi transferido de Aquileia, onde a cerimônia com Bergamas tinham lugar para Roma e enterrado em um funeral de Estado em 4 de novembro de 1921.



Outro lugar que chama muita atenção em Roma e esta sempre repleto de turistas é a Escadaria Espanhola,  na Piazza di Spagna. No final do século XVII, foi chamado Trinità dei Monti, após a igreja que domina a praça de cima, mas mais tarde foi dado o nome que conhecemos hoje depois do embaixador espanhol que viveu lá. Construído sobre o pedido de Inocêncio XII e criado por Francesco De Sanctis, no século XVIII, esta façanha ousada de arquitetura com suas rampas e escadas que se cruzam e se abrem como um leque definitivamente forneceu uma solução para a ligação da praça e da Igreja Trinità 

















No pé da escada, você vai encontrar o famoso Barcaccia Fountain, com sua forma característica de um navio afundando, a fonte lembra a enchente histórica do rio Tibre, em 1598 e se refere a uma lenda popular segundo a qual um barco de pesca levado pela enchente foi encontrado neste local. 


Minha última visita foi a Igreja de Santa Maria em Cosmedim, onde esta localizada a Estátua da Boca da Verdade (Bocca della Verittá), segundo a lenda a Estatua é um detector de mentira, caso alguém conte alguma mentira com a mão dentro da boca da Estátua ela irá morder o "mentiroso".
















E assim foram meus três dias em Roma, com certeza recomendo a visita a esta cidade, consegui passar por vários lugares que tinha interesse de conhecer mas sei que tem mais lugares a serem visitados. Espero que tenham gostado deste resumo (não tão resumido) de minha viagem.

Até a próxima viagem do JeanNaEuropa......

Nenhum comentário:

Postar um comentário